Low Poo: o que é e como funciona?

Low Poo: o que é e como funciona?

Quem tem cabelo cacheado ou afro, já deve ter ouvido falar das técnicas No Poo e Low Poo, mas ainda existem muitas dúvidas que serão esclarecidas aqui. As duas técnicas são métodos de lavar os cabelos utilizando menos shampoo (Low Poo) ou não o utilizando (No Poo). Esses recursos priorizam a utilização de agentes mais leves para a limpeza dos fios, para que o crescimento dos cabelos não seja prejudicado.

As substâncias mais leves são Cocoamidopropryl Betaine, o Cocoabetaine, o Cocoamphoproacetate, o Cocoamphopropinate e o Leuroamphoceate, que são sulfatos fracos e não agressivos. Fazem menos espuma e servem para que a proteção natural do couro cabeludo não seja retirada.

Componentes proibidos

Para ter um cabelo mais saudável, certas substâncias não podem ser usadas, se não de nada adiantará. Normalmente, nos rótulos dos produtos está escrito a composição dos produtos, portanto, é preciso ficar de olho. É indicado pesquisar na internet ou pessoalmente os produtos que estão livres de tais substâncias.

Sulfato

É uma substância encontrada nos shampoos, que age como detergente capilar, ou seja, ele limpa intensamente os fios, tirando não só a sujeira, como a água, a oleosidade natural do cabelo e a ação dos cremes de hidratação. Mas, pode ser usado com agentes mais fracos no Low Poo.

Parafinas e óleos minerais

São substâncias que só são retiradas com o sulfato mais forte, já que agridem os cabelos, ou seja, tornam os cabelos fracos e sem saúde. Os óleos minerais podem ser substituídos pelos vegetais, como argan, coco e azeite de oliva.

Silicones insolúveis

Os silicones atuam em cremes de hidratação e formam capa de proteção para que a hidratação aja nos fios, mas essa cobertura se acumula com o tempo e pode evitar que outros agentes hidratantes atuem sobre os fios.

Como iniciar a rotina de cuidados

Primeiramente, higienize os pentes, escovas e presilhas, para retirar as substâncias presentes neles como a parafisa, petrolatos. Depois, lave os cabelos com shampoo com sulfato e sem petrolatos (pela última vez).

O shampoo não precisa ser especial, só não pode ter: óleo mineral (mineral oil), parafina líquida (paraffinum liquidum), isoparafna (isoparafin), petrolatos (petrolatum), vaselina (vaselin), dodecano (dodeceno), isododecano (dodeceno) e alcano (alkane).

Lavagem

Depois, pode começar a usar shampoos sem sulfato para higienizar os fios, com os liberados para Low Poo. Neste caso, não substitua o shampoo Low Poo por lavagem apenas com condicionar, pois ele não é capaz de fazer uma limpeza eficiente.

Quando falamos sobre cabelo, vem o receio de arriscar, mas com esses procedimentos de Low Poo e No Poo, é assim mesmo. Se deseja utilizar a técnica, basta testar os diversos produtos disponíveis para ver com qual o seu cabelo se adapta melhor.

Esse post te ajudou? Então siga nossa página no Facebook para receber as atualizações das mais diferentes dicas que damos sobre os cuidados com as madeixas!

Passo a passo da reconstrução de cabelo com produtos naturais

Passo a passo da reconstrução de cabelo com produtos naturais

Para ter os seus cabelos bonitos, é necessário ter uma alimentação saudável rica em vitaminas e minerais e se hidratar bastante. Porém, para um resultado mais eficaz, as vezes é preciso fazer um tratamento diretamente nos fios.

A hidratação ou reconstrução é indicada para quem tem cabelos elásticos, quebradiços, danificados e sem vida. O procedimento renova as camadas internas, cria uma espécie de selagem nos fios, protege dos danos externos e dá brilho, força e resistência.Pode ser feito em todos os tipos de cabelo, principalmente nos quimicamente tratados. Confira o passo a passo da reconstrução de cabelo com produtos naturais.

Como fazer?

É recomendado fazer uma hidratação bem-feita de 15 em 15 ou a cada 30 dias, dependendo da situação do seu cabelo. Os produtos usados têm queratina, proteínas, aminoácidos, silicones e agentes reconstrutores, fazendo com que as cutículas sejam fechadas, deixando os cabelos alinhados, brilhantes e sedosos.

Fazendo a reconstrução de cabelo em casa

Shampoo antirresíduo caseiro

Você vai precisar de:

  • 2 colheres de sopa de bicarbonato de sódio
  • 2 xícaras de chá de água em temperatura morna

Como fazer:

Misture os ingredientes até ficar pastoso, então lave os fios e aplique a mistura. Deixe agir por 5 minutos e depois enxague os fios. Repita o processo de 15 em 15 dias.

Reconstrução de cabelo com vinagre de maçã

Você vai precisar de:

Como fazer:

Primeiro lave os cabelos com o shampoo reconstrutor duas vezes, depois enxague e encha um copo pela metade com água, completando o restante com o vinagre de maçã.

Aplique no cabelo e deixe agir por 5 minutos. Depois enxague e aplique a máscara reconstrutora, deixando agir por 10 minutos. Após enxaguar novamente, passe condicionador, lave e deixe secar naturalmente.

Reconstrução capilar com óleo de semente de uva

Você vai precisar de:

  • shampoo Fortalecedor Estimulante Multi Vegetal — ação antirresíduo (pode ser o caseiro)
  • queratina em creme
  • óleo de semente de uva
  • Creme Capilar de Oliva Multi Vegetal

Como fazer:

Lave os cabelos com o shampoo antirresíduo, depois enxague e seque com a toalha, apenas para tirar o excesso de umidade. Aplique o óleo de semente de uva sem enxaguar.

Em seguida, separe os cabelos em mechas e aplique a queratina, para garantir mais efetividade nos resultados. Você pode colocar uma touca para potencializar o procedimento, por 40 minutos, enquanto espera fazer efeito. Para então, enxaguar. Depois, aplique o leave in de sua escolha e deixe os cabelos secarem.

Repita esse processo somente uma vez por mês, pois se os fios recebem muita quantidade de queratina e podem ficar quebradiços.

Não deixe de cuidar dos seus fios para que eles fiquem com bastante vida, brilho, e não quebrem, ou fiquem elásticos. Vale a pena se alimentar de forma saudável e também potencializar utilizando produtos com a função de reconstrução de cabelo.

Para mais dicas sobre como cuidar de suas madeixas, acompanhe a gente no Facebook!

Cadastre-se na Newsletter
X

Receba nossos conteúdos por e-mail.
Clique aqui para se cadastrar.